quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

PERFECCIONISMO: ELE NÃO PODE ERRAR

Ao ser feita uma pesquisa no site de busca sobre o tema em questão, perfeccionismo, foram encontrados, em 0,19 segundo, aproximadamente 164.000 resultados relacionados.
O que chamou atenção foi que, na grande maioria das vezes, indicando o aspecto negativo do auto-perfeccionismo. Por exemplo:

“É descrito que existem dois tipos de perfeccionsimo: o "normal" (quando a pessoa se esforça para fazer algo bem feito, segundo alguns, isso nem pode ser considerado perfeccionsimo; e o neurótico, quando a pessoa tem um comportamento compulsivo excessivo de esforço, chegando níveis monumentais e inúmeras quantidades de repetições da mesma atividade”.

“Médicos alertam para os perigos do perfeccionismo. Levar tudo muito a sério acarreta perigosos riscos psicológicos. Especialistas recomendam que perfeccionistas relaxem para ver que o mundo não acaba”.

Como Controlar o PerfeccionismoO desejo de ser melhor normalmente é uma boa coisa, mas quando entramos no perfeccionismo isto pode causar muitos problemas, lhe cansar e desperdiçar muito tempo. O ideal é encontrar um equilíbrio”.

E quando a ênfase é para que o outro seja perfeccionista? “Ele não pode errar”, disparam. Observando o contexto onde há pessoas, percebe-se que isso é mais frequente do que se imagina.
A tônica para que o outro seja perfeccionista é quase interminável. “Tenha cuidado com a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, a adoração de ídolos, as feitiçarias, as inimizades, as brigas, as ciumeiras, os acessos de raiva, a ambição egoísta, a desunião, as divisões, as invejas, as bebedeiras”, asseveram.
Na verdade, se as pessoas evitarem essas mazelas, só têm a ganhar. O problema é ainda maior  quando o perfeccionismo não serve para si mesmo, todavia, atinge aos que estão ao redor. “Ele é que precisa ter amor, alegria, paz, paciência, delicadeza, bondade, fidelidade, humildade e domínio próprio”, asseguram.
É preciso lembrar que a conversão dos eventos negativos e a prática das coisas positivas são para todos. Essas indicações têm um corte profundo nas duas direções, ou seja, serve para ambas as partes (Hebreus 4:12 RC).
Que haja libertação do perfeccionismo, principalmente o religioso. Que se tenha mais misericórdia e compaixão. Ninguém deve ficar errando, mas, é imprescindível a consciência de que o humano não é perfeito e foi justamente aí que Cristo entrou no cenário da vida, para apresentar a preciosa GRAÇA.

Por

Pr. Gilmar Tavares Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário