sábado, 26 de janeiro de 2013

QUEM SE ENCONTRAVAM EM ESTADO PIOR: OS PORCOS OU OS MESTRES DA LEI?




     Quando Jesus chegou à região de Gadara, no lado leste do lago da Galiléia, foram se encontrar com ele dois homens que estavam dominados por demônios. Eles vinham do cemitério, onde estavam morando.      Eram tão violentos e perigosos, que ninguém se arriscava a passar por aquele caminho.
     Eles começaram a gritar: —Filho de Deus, o que o senhor quer de nós? O senhor veio aqui para nos castigar antes do tempo?
     Acontece que perto dali estavam muitos porcos comendo.
     E os demônios pediram a Jesus com insistência: —Se o senhor vai nos expulsar, nos mande entrar naqueles porcos!
     —Pois vão! —disse Jesus. Os demônios foram e entraram nos porcos, e estes se atiraram morro abaixo, para dentro do lago, e se afogaram.
     Os homens que tomavam conta dos porcos fugiram e chegaram até a cidade. Lá contaram tudo isso e também o que havia acontecido com os dois homens que estavam dominados por demônios.
     Então todos os moradores daquela cidade saíram para se encontrar com Jesus; e, quando o encontraram, pediram com insistência que fosse embora da terra deles.
     Jesus entrou num barco, voltou para o lado oeste do lago e chegou à sua cidade. Então algumas pessoas trouxeram um paralítico deitado numa cama. Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico: —Coragem, meu filho! Os seus pecados estão perdoados.
     Aí alguns mestres da Lei começaram a pensar: —Este homem está blasfemando contra Deus.
Porém Jesus sabia o que eles estavam pensando e disse: —Por que é que vocês estão pensando essas coisas más?
     O que é mais fácil dizer ao paralítico: “Os seus pecados estão perdoados” ou “Levante-se e ande”?
Pois vou mostrar a vocês que eu, o Filho do Homem, tenho poder na terra para perdoar pecados. Então disse ao paralítico: —Levante-se, pegue a sua cama e vá para casa. O homem se levantou e foi para casa.
     Quando o povo viu isso, ficou com medo e louvou a Deus por dar esse poder a seres humanos.


Mateus 8.28-34, 9.1-8

sábado, 19 de janeiro de 2013

OUTROS SETE ESPÍRITOS PIORES AINDA



      Jesus estava expulsando de certo homem um demônio que não o deixava falar. Quando o demônio saiu, o homem começou a falar. A multidão ficou admirada, mas alguns disseram: —É Belzebu, o chefe dos demônios, que dá poder a este homem para expulsar demônios.
     Outros, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, pediam que ele fizesse um milagre para mostrar que o seu poder vinha de Deus.
      Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: —O país que se divide em grupos que lutam entre si certamente será destruído; a família que se divide em grupos que lutam entre si também será destruída. Se o reino de Satanás tem grupos que lutam entre si, como continuará a existir? Vocês dizem que é Belzebu que me dá poder para expulsar demônios.
     Mas, se é assim, quem dá aos seguidores de vocês o poder para expulsar demônios? Assim, os seus próprios seguidores provam que vocês estão completamente enganados.Na verdade é pelo poder de Deus que eu expulso demônios, e isso prova que o Reino de Deus já chegou até vocês.
       —Quando um homem forte e bem armado guarda a sua própria casa, tudo o que ele tem está seguro.
Mas, quando um homem mais forte o ataca e vence, leva todas as armas em que o outro confiava e reparte tudo o que tomou dele.
       —Quem não é a meu favor é contra mim; e quem não me ajuda a ajuntar está espalhando. Jesus continuou: —Quando um espírito mau sai de alguém, anda por lugares sem água, procurando onde descansar, mas não encontra. Então diz: “Vou voltar para a minha casa, de onde saí.” Aí volta e encontra a casa varrida e arrumada. Depois sai e vai buscar outros sete espíritos piores ainda, e todos ficam morando ali. Assim a situação daquela pessoa fica pior do que antes.
      Quando Jesus acabou de dizer isso, uma mulher que estava no meio da multidão gritou para ele: —Como é feliz a mulher que pôs o senhor no mundo e o amamentou!
       Mas Jesus respondeu: —Mais felizes são aqueles que ouvem a mensagem de Deus e obedecem a ela.


Lucas 11.14-28

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

EM FRENTE DE TODOS


    

      Havia um homem na sinagoga que estava dominado por um demônio. O homem gritou: —Ei, Jesus de Nazaré! O que você quer de nós? Você veio para nos destruir? Sei muito bem quem é você: é o Santo que Deus enviou!
      Então Jesus ordenou ao demônio: —Cale a boca e saia deste homem! Em frente de todos, o demônio atirou o homem no chão e saiu dele sem lhe causar nenhum ferimento.
      Todos ficaram espantados e diziam uns para os outros: —Que tipo de palavras são essas? Este homem, com autoridade e poder, expulsa os espíritos maus, e eles vão embora.
      E as notícias a respeito de Jesus se espalharam por toda aquela região.

Lucas 4.33-37

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

QUANDO VOLTARAM DO TÚMULO


        

       No domingo bem cedo, as mulheres foram ao túmulo, levando os perfumes que haviam preparado.
        Elas viram que a pedra tinha sido tirada da entrada do túmulo.
     Porém, quando entraram, não acharam o corpo do Senhor Jesus e não sabiam o que pensar. De repente, apareceram diante delas dois homens vestidos com roupas muito brilhantes.
        E elas ficaram com medo, e se ajoelharam, e encostaram o rosto no chão. Então os homens disseram a elas: —Por que é que vocês estão procurando entre os mortos quem está vivo?
       Ele não está aqui, mas foi ressuscitado. Lembrem que, quando estava na Galiléia, ele disse a vocês:“O Filho do Homem precisa ser entregue aos pecadores, precisa ser crucificado e precisa ressuscitar no terceiro dia”.
       Então as mulheres lembraram das palavras dele e, quando voltaram do túmulo, contaram tudo isso aos onze apóstolos e a todos os outros.

Lucas 24.1-9