sábado, 19 de janeiro de 2013

OUTROS SETE ESPÍRITOS PIORES AINDA



      Jesus estava expulsando de certo homem um demônio que não o deixava falar. Quando o demônio saiu, o homem começou a falar. A multidão ficou admirada, mas alguns disseram: —É Belzebu, o chefe dos demônios, que dá poder a este homem para expulsar demônios.
     Outros, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, pediam que ele fizesse um milagre para mostrar que o seu poder vinha de Deus.
      Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: —O país que se divide em grupos que lutam entre si certamente será destruído; a família que se divide em grupos que lutam entre si também será destruída. Se o reino de Satanás tem grupos que lutam entre si, como continuará a existir? Vocês dizem que é Belzebu que me dá poder para expulsar demônios.
     Mas, se é assim, quem dá aos seguidores de vocês o poder para expulsar demônios? Assim, os seus próprios seguidores provam que vocês estão completamente enganados.Na verdade é pelo poder de Deus que eu expulso demônios, e isso prova que o Reino de Deus já chegou até vocês.
       —Quando um homem forte e bem armado guarda a sua própria casa, tudo o que ele tem está seguro.
Mas, quando um homem mais forte o ataca e vence, leva todas as armas em que o outro confiava e reparte tudo o que tomou dele.
       —Quem não é a meu favor é contra mim; e quem não me ajuda a ajuntar está espalhando. Jesus continuou: —Quando um espírito mau sai de alguém, anda por lugares sem água, procurando onde descansar, mas não encontra. Então diz: “Vou voltar para a minha casa, de onde saí.” Aí volta e encontra a casa varrida e arrumada. Depois sai e vai buscar outros sete espíritos piores ainda, e todos ficam morando ali. Assim a situação daquela pessoa fica pior do que antes.
      Quando Jesus acabou de dizer isso, uma mulher que estava no meio da multidão gritou para ele: —Como é feliz a mulher que pôs o senhor no mundo e o amamentou!
       Mas Jesus respondeu: —Mais felizes são aqueles que ouvem a mensagem de Deus e obedecem a ela.


Lucas 11.14-28

Nenhum comentário:

Postar um comentário