quinta-feira, 21 de abril de 2011

CASAL HÉTERO CASADO É UMA SÓ CARNE



“Por isso, deixará o homem seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e serão dois numa carne.” (Efésios 5:31 RC)

Além de qualquer outro significado relativo da unidade de mente, coração, propósito, etc., basicamente, como as próprias palavras (unir, carne) em sua combinação implicam, a referência é à união sexual.
Num sentido muitíssimo real, portanto, eles não são mais dois, mas um só. Ao considerarmos que este ato conjugal tão íntimo é aqui colocado num contexto de amor tão profundo, tão abnegado, tão terno e puro, que este amor é confrontado com o amor de Cristo por sua Igreja, torna-se evidente que jamais se ofereceu mais nobre descrição da relação entre o esposo e sua esposa, nem mesmo é possível.
De forma incidental, aqui temos também mostrado que a vida cristã consistente envolve todas as fases da vida sem excluir o sexo. Que o sexo te faz bem, isso você já notou. O orgasmo, por exemplo, é uma das sensações mais íntimas e deliciosas para homens e mulheres e é muito mais do que sinal do sucesso de uma relação sexual.
A cada dia, os cientistas descobrem novos efeitos desta reação orgânica que, além de melhorar as emoções, faz muito pela sua saúde. Note bem estes pensamentos:

"O orgasmo contribui para que homens e mulheres vivam com mais qualidade, trata-se de um momento de prazer que reverbera por vários dias", afirma o ginecologista Neucenir Gallani, da clínica SYMCO.

“Na verdade, o sexo ajuda a diminuir o grau de ansiedade, que está profundamente ligada à pressão arterial, assim como o peso corporal”, explica o cardiologista Carlos Scherr. 

“Durante o ato sexual são liberados vários hormônios. Um deles é o estrogênio na mulher, na fase da excitação. E o estrogênio faz bem para a pele, que fica mais viçosa, menos flácida, o cabelo fica mais brilhante. Em relação ao homem, nessa fase é liberada a testosterona. A testosterona é boa para manter a massa muscular e a massa óssea”, explica a endocrinologista Ruth Clapauch.

“Pessoas que necessitam de sexo e que não conseguem realizar, acabam se tornando bastante irritadiças e podem, inclusive, se deprimir”, avisa a sexóloga da USP Carmita Abdo. 

“Quando nós temos uma relação sexual, nossos mecanismos de defesa se aceleram. Nós vamos ter melhores condições de defesa contra processos inflamatórios, contra gripe”, diz o psicólogo Jorge José Serapião. 

 Observe-se também, depois dessas citações, que de acordo com esta passagem, os dois – não os três, quatro, cinco, seis – se tornam uma só carne.

Por 

Pr. Gilmar Tavares Reis

4 comentários:

  1. Olá meus amigos! Então, o que vocês acharam desse texto? Não saiam daqui antes de deixarem os vossos comentários, ok?
    Sempre em Cristo,
    Pr. Gilmar

    ResponderExcluir
  2. Muito bom pr Gilmar. Parabéns e continue nos enriquecendo com suas palavras, que são de Deus. Sou da igja. Ass. de Deus do setor Sol nascente em Gurupi. Me lembro de vc aki. Abço

    ResponderExcluir
  3. Olá Mislaynne! Obrigado por ter visitado o meu blog. Fique a vontade para voltares quando quiser, ok? Paz e até a próxima!

    ResponderExcluir
  4. Olá Mislaynne! Como estás? Fique a vontade para voltares quando quiser a este singelo blog. Até a próxima!

    ResponderExcluir